Câmara de Poços de Caldas aprova moção de apelo para retirada de placas que pedem para a população não dar esmolas

Câmara de Poços de Caldas aprova moção de apelo para retirada de placas que pedem para a população não dar esmolas

A Câmara de Poços de Caldas (MG) aprovou uma moção de apelo para que placas que pedem para que as pessoas não dêem esmolas sejam retiradas. Segundo o texto da moção, esse tipo de campanha estigmatiza e exclui ainda mais a população em situação de rua.

Além da retirada das placas, a moção pede mais investimentos em políticas públicas voltadas para esse público. O pedido foi aprovado por 8 votos a favor e seis contra.

Na moção, os vereadores citam ainda o padre Júlio Lancellotti, que tem se destacado na luta contra a aporofobia, que é a aversão a pobres. O padre, inclusive, já tinha compartilhado nas redes sociais uma imagem de uma das placas existentes em Poços de Caldas.

Em contato com a reportagem o secretário municipal de Promoção Social, Carlos Almeida, reforçou as políticas públicas do município. Ele disse que Poços de Caldas tem três casas de passagens e dois abrigos que juntos oferecem 190 vagas para moradores em situação de rua, além do Centro Pop, que oferece refeições e roupas para esses moradores.

O secretário disse ainda que deverá se reunir com representantes da pasta para discutir quais ações serão tomadas. Ele reforça para que quem encontrar algum morador em situação de rua acione a equipe pelos telefones 156 ou (35) 3697-2645 para que ela seja atendida.

Política