Policial Militar mata homem acusado de manter ex-mulher e filho em cárcere privado

Policial Militar mata homem acusado de manter ex-mulher e filho em cárcere privado

Elton Felipe de Oliveira da Silva, 27 anos, foi morto a tiros por um policial militar em Caxambu, na noite desta segunda-feira (29), após agredir o PM durante uma ocorrência. Silva é suspeito de manter a ex-mulher, de 19 anos, e o filho do casal, de 01 ano e 08 meses, em cárcere privado, inclusive descumprindo medida protetiva.

Segundo a PM, os policiais foram até a casa do suspeito após uma denúncia anônima; no local, questionaram o homem sobre a presença da mulher, que negou que ela estivesse lá.

Em seguida, a PM foi até a casa da mãe da vítima e enquanto conversava com ela, recebeu a informação que o homem estaria agredindo a vítima na casa dele e que ela gritava por socorro. Ao retornar para a casa do suspeito, um dos policiais foi agredido e atirou contra o rapaz.

“O autor se mostrava bastante exaltado e dizia que ninguém entraria no imóvel. Diante da situação, um dos militares pulou o portão na tentativa de socorrer a vítima. O pai do autor estava na casa, interveio na ação e o jovem tentou pegar a arma do policial, que conseguiu se desvencilhar e realizou um disparo contra o abdômen do autor para impedir a injusta agressão”, explicou a PM, em nota.

O Samu foi acionado de imediato e o autor foi socorrido, entretanto não resistiu ao ferimento e morreu já no hospital. Agora, o policial está nas mãos da Justiça.

“Diante da situação foi realizado o Auto de Prisão em Flagrante (APF) do militar e ele se encontra à disposição da Justiça Militar de Minas Gerais, que irá apurar sua conduta”, completou a PM, em nota.

A mulher apresentava ferimentos na boca, provenientes de socos efetuados pelo homem; ela foi socorrida ao Pronto Socorro local, juntamente com o filho, e liberada em seguida.

O corpo de Elton Felipe foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Pouso Alegre.

Destaque Polícia